Niveles De Ensaio Te Rico

Mari gil fala sobre os canais de beijos

Só não tome na cabeça para rir sobre estas manifestações da criatividade de crianças o que ridículo não lhe pareceriam. Seria o seu erro pedagógico mais grande o que só pode fazer-se neste caso. No fim de tudo atrás de todas estas ingenuidades, os neskladnost e koryavost são cobertos sinceros e por isso as aspirações criativas mais verdadeiras da criança, a maior parte de manifestações originais das suas sensações frágeis e os pensamentos que ainda não se criam.

O desenvolvimento da pessoa como pessoas executa-se inclusivamente e completamente na unidade das suas forças físicas e espirituais. A psicologia e a pedagogia afirmam que a pessoa humana se forma e se desenvolve em atividade e comunicação. As linhas principais da personalidade desenvolvem-se em consequência da influência externa na personalidade, o seu mundo interior.

Tem de acentuar-se com toda a claridade porque é necessário ouvir às vezes mais do que a opinião estranha como se haja profissões "criativas" e as profissões "não criativas". A maior desilusão! E a desilusão na prática dá-o muitas vezes a isto a pessoa que se envolve em alegadamente não o trabalho criativo pensa que si mesmo está tendo o direito não produtivamente pertence ao trabalho.

Criar, pela definição de K. Stanislavsky, significa "apaixonadamente, prontamente, intensivamente, de modo produtivo, expedientemente e razoavelmente ir à tarefa mais importante" - a compreensão e revelação de uma imagem artística do trabalho.

O desenvolvimento da pessoa é um processo da modificação quantitativa e de alta qualidade, desaparecimento velho e emergência nova, a fonte e que forças motrizes se escondem na interação inconsistente tanto dos partidos naturais, como de sociais da personalidade.

Do ponto de vista pedagógico no treinamento do professor de música que a parte da herança de K. Stanislavsky que se une estreitamente com a arte de experiência é importante para nós. Experiências como unidade orgânica intelectual e emocional na pessoa. Para o professor da música é extremamente importante aprender a fazer funcionar a atividade criativa conscientemente subconsciente da mentalidade como muitos processos na arte e no desenvolvimento de arte da criança se unem com a subconsciência, com a compreensão intuitiva, mas adequada perfeita, fora da sua decomposição em elementos separados.

Para o professor de música é extremamente importante ser capaz de ser expressivo em todas as manifestações, ser capaz de achar uma forma externa adequada da expressão da percepção de si aturada por ele, emoções. Por isso, o professor tem de aprender a não ter medo de determinar por palavras, os movimentos expressivos, um mimetismo que em uma obra de arte - a sua beleza, o cadarço mais fino das suas imagens. Assim é necessário lembrar-se constantemente o que é impossível dirigir a sensação daquele, é necessário intelectualmente, tecnicamente estudar o material de arte. "Se não houver material, a sensação não tem nada para correr". (S. Volkonsky) o começo Emocional tem de unir-se organicamente na habilidade do professor de música a habilidades analíticas. Como "no coração de qualquer processo criativo o passatempo predileto se põe que, naturalmente, não exclui o enorme trabalho da razão. Mas a menos que seja impossível pensar não frio, e é quente?" (K. Stanislavsky)

"Em artes artísticas como em todo o mundo o amigo, motivação não exatamente interna e esta motivação para obedecer à capacidade de necessidades, não é bastante sentir-se, e é necessário ser capaz de personificar, não é bastante testar, é necessário ser capaz testado para mostrar".

A conversação na educação na pessoa do começo criativo conduz-nos a um problema muito importante e mais urgente abaixo das nossas condições: sobre distinção entre o criador de especialista e o especialista handicraftsman. Isto extremamente um problema importante une-se estreitamente com problemas da educação estética.